O Festival de Tainha no Mercado Público de Florianópolis, que presenteou o público com cardápio especial à base da tainha nas últimas semanas, intensificou ainda mais o movimento do espaço gastronômico do Mercado, superando as principais expectativas dos organizadores. O Festival teve início no dia 4 de junho e termina no próximo sábado (2), com programação musical no vão central.

Em quase um mês de festival, as curiosidades foram muitas. Segundo a Associação dos Comerciantes do Mercado Público, alguns restaurantes chegaram a comercializar 120 pratos de tainha escalada em apenas um dia: “Na semana subsequente ao encerramento, vamos contabilizar o sucesso do festival em números para divulgar, mas já podemos dizer que fomos surpreendidos tanto pelo movimento quanto pelos elogios que recebemos”, adiantou Aldonei Brito, presidente da Associação.

O Festival de Tainha, idealizado pela Associação dos Comerciantes, já entrou para o calendário de eventos oficiais planejados anualmente pela associação e a programação que vem por aí conta com apoio da Prefeitura de Florianópolis.

“Somos parceiros das ideias que visam a fomentar a economia do Centro Histórico da capital e dos projetos que consigam, além disso, manter vivo o convívio de moradores e turistas num dos pontos de encontro mais tradicionais da cidade, como o Mercado” destacou Ivan Grave, secretário municipal de Administração, pasta responsável pela gerência do Mercado Público.

A diversidade dos pratos oferecidos no festival também despertou curiosidades. No cardápio especial, as opções variaram das mais tradicionais como a Tainha frita, grelhada, escalada até receitas mais elaboradas com o peixe servido ao leite de coco, a moda do chef e até Pizza de Tainha. A nomenclatura criativa também foi outro ponto forte do cardápio, tinha a Tainha “metida a besta”, Tainha “chic”, Tainha “Matasse a pau”, Tainha “Istepô”, Tainha “Vento suli”, e até Tainha “voadora”.

“Todos os clientes que atendemos elogiaram a diversidade dos pratos com Tainha, alguns até pediram para manter as receitas no cardápio usando outros tipos de peixe durante o ano, o sucesso foi tanto, que já criamos até novas receitas para servir no festival do ano que vem” comentou Maurício Melo do restaurante Rancho da Ilha.

Aos frequentadores do mercado, turistas, moradores e amantes da tainha que ainda não puderam apreciar a variedade dos pratos do Festival e o clima alegre do mercado, ainda dá tempo. Confira a programação musical:

Dia 30 – Quinta-feira
18h às 22h – Michel de Moraes (MPB e Pop Rock)

Dia 01 – Sexta-feira
18h às 22h – Natacha Hak & Red River Combo (Rock, Soul e Blues)

Dia 02 – Sábado
11:30 às 15:30 – Jeisson Dias e Banda (Samba)

A safra da Tainha 2016

Segundo o último levantamento da Secretaria Municipal da Pesca, Maricultura e Agricultura a captura da Tainha em Santa Catarina foi de 2.960 toneladas, ou 2.960.000 quilos até o momento.

Em Florianópolis o registro chegou a 1.190 toneladas (1.190.000 quilos), número que corresponde aproximadamente 40% da captura no Estado.

A safra da Tainha termina oficialmente em 31 de julho neste ano, mas já pode ser considerada a mais produtiva dos últimos 40 anos.

Horários do Mercado

Segunda à sexta:
Lojas (8 às 19h)
Peixarias (07 às 19h)
Alimentação (10h às 22h)

Sábado:
Lojas (8 às 13h)
Peixarias (7 às 13h)
Alimentação (10h às 17h)

Domingo: 2 peixarias de plantão das 7h às 13h.

Foto: Sergio Vignes